Menu


Texto Banner 1
Texto Banner 2
Texto Banner 3
Texto Banner 4
Campos de exibição:
Famanho da fonte:
Linguagem:
Classificado por:
Permanent Link

Bambusa textilis

Nome comum

Sinônimos

     
    • bambu-de-jardim
    • weavers bamboo
     

    Taxonomia

    Autor

    McClure 

    Subespécie

    gracilis 

    Autor da subespécie

     

    Gênero


    Família


    Ordem


    Classe


    Phylum


    Reino


    Subfamília


    Série


    Gerais

    Área de distribuição natural

    Sudeste da China (Província de Guangxi & Guangdong).

    Ambientes naturais

    Descrição da espécie

    Arbusto de textura lenhosa, rizomatoso, entouceirado, com numerosos colmos finos, eretos, densos, de 3-4 m de altura, a princípio verdes e depois amarelos, muito ornamentais. Folhas lineares, dispostas em raminhos laterais sobre os colmos.

    Forma biológica

    • Arbusto
     

    Reprodução

    • Sementes
    • Vegetativa
    • Rizomas
     

    Dispersão

       

      Dieta

         

        Uso econômico

        • Horticultura
        • Material de construção
         

        Uso econômico - descrição

        Ornamental, construção civil e quebra-vento. 

        Invasão

        Tipo de introdução Causa de introdução Local de introdução Data Descrição da introdução
        DesconhecidaMirassol (SP)1963

        Vetores de dispersão

        • Humano
         

        Vias de dispersão

        • Uso ornamental
         

        Ambientes preferenciais de invasão

        • Área degradada
        • Área úmida
         

        Ambientes preferenciais de invasão - descrição

        Expostos ao sol e locais próximos de açudes ou onde outras espécies de bamboo morreriam. 

        Outros locais onde a espécie é invasora

        Estados Unidos (Califórnia, Texas, Havaí e Florida), Costa Rica, Georgia e Porto Rico. 

        Impactos ecológicos

        Formação de densas touceiras, o que compromete o crescimento e o estabelecimento de plântulas de espécies nativas. 

        Impactos econômicos

         

        Impactos sociais

         

        Impactos à saúde

         

        Manejo

        Controle mecânico

         

        Controle químico

        Corte dos caules bem próximo ao solo, com foice, facão ou motosserra. Aplicação de herbicida à base de glifosato na concentração de 3% nas rebrotas dos tocos, quando as mesmas tiverem de 10 a 15 cm de altura. 

        Controle biológico

         

        Medidas preventivas

         

        Resultados de análises de risco

        Risco alto, I3N – Instituto Hórus, www.institutohorus.org.br, Brasil, 2008. 

        Ocorrências

        Distribuição no país

           
          Estado Município Referência local Área protegida
          1São PauloMirassolParque Natural Municipal da Grota de Mirassol

          Projetos

          Título Espécies Contato

          Referências

          Título Autor
          An overview of invasive plants in BrazilZENNI, R. D. ZILLER, S. R.

          Análise de risco

          Amplitude ecológica

          • Desconhecido
           

          Capacidade de estabelecimento

          • Desconhecido
           

          Velocidade de crescimento e maturação

          • Perene, desenvolvimento lento - estruturas vegetativas
           

          Reprodução vegetativa

          • Ramos ou rizomas
           

          Produção de sementes

          • Desconhecido
           

          Dispersão natural de sementes

          • A planta no produz sementes viveis
           

          Dispersão associada a atividades humanas (intencional)

          • Dispersada intencionalmente por pessoas
           

          Dispersão associada a atividades humanas (acidental)

          • Não cresce em áreas de trânsito de pessoas e não tem estruturas que favorecem seu transporte
           

          Capacidade de dominância

          • Indivíduos formam núcleos de alta densidade
           

          Alelopatia

          • Desconhecido
           

          Hibridação

          • Desconhecido
           

          Toxicidade para a fauna silvestre

          • Nenhuma parte da planta é tóxica
           

          Hospedeira de parasitas ou patógenos

          • Desconhecido
           

          Leva à alteração de ciclos ecológicos

          • No foram encontrados dados relacionados a incndios
           

          Causa mudanças na estrutura do hábitat ou na forma de vida dominante

          • Desconhecido
           

          Impacto na economia

          • Desconhecido
           

          Impacto na saúde humana

          • Desconhecido
           

          Impacto sobre valores culturais e sobre o uso tradicional da terra

          • Desconhecido
           

          Tipo de hábitat

          • Terrestre
           

          Características indesejáveis

             

            Capacidade de rebrote

            • Alta capacidade de rebrote a partir de ramos cortados
             

            Tempo de maturação

            • Desconhecido
             

            Banco de sementes

            • Desconhecido
             

            Resposta ao pastoreio

            • Desconhecido
             

            Resposta ao fogo

            • Desconhecido
             

            Viabilidade de controle

            • Desconhecido
             


            
            sziller@institutohorus.org.br | Brasil
            function setCookie(cname, cvalue, exdays) { var d = new Date(); d.setTime(d.getTime() + (exdays * 24 * 60 * 60 * 1000)); var expires = "expires="+d.toUTCString(); document.cookie = cname + "=" + cvalue + ";" + expires + ";path=/"; } function getCookie(cname) { var name = cname + "="; var ca = document.cookie.split(';'); for(var i = 0; i < ca.length; i++) { var c = ca[i]; while (c.charAt(0) == ' ') { c = c.substring(1); } if (c.indexOf(name) == 0) { return c.substring(name.length, c.length); } } return ""; } });