Menu


Texto Banner 1
Texto Banner 2
Texto Banner 3
Texto Banner 4
Campos de exibição:
Famanho da fonte:
Linguagem:
Classificado por:
Permanent Link

Nymphoides indica

Nome comum

Sinônimos

  • Limnanthemum esquirolii
  • Limnanthemum humboldtianum
  • Limnanthemum humboldtianum var. parviflorum
  • Limnanthemum indicum
  • Limnanthemum indicum
  • Limnanthemum thunbergianum
  • Menyanthes indica
  • Nymphoides humboldtiana
  • Nymphoides indica subsp. occidentalis
  • Nymphoides thunbergiana
  • Trachyspermum humboldtianum
  • Villarsia humboldtiana
  • Villarsia indica
 
  • banana-plant
  • estrela-branca
  • water-snowflake
 

Taxonomia

Autor

(L.) Kuntze 

Subespécie

 

Autor da subespécie

 

Gênero


Família


Ordem


Classe


Phylum


Reino


Subfamília


Série


Gerais

Área de distribuição natural

China, Japão, Austrália, Índia, Ásia tropical, Polinésia, Indonésia (exceto Kalimantan).

Ambientes naturais

Crescem em água parada e corrente, a até 2 metros de profundidade, em uma grande variedade de substratos. Toleram variações de pH de 5,5 a 7,5 e temperaturas de 22 a 28 °C. São encontradas de 100 a 1600 m de altitude.

Descrição da espécie

Planta quática de porte médio, robusta, perene, com estolões e folhas flutuantes. Talos com vários metros de comprimento. Folhas e inflorescências terminais, mas às vezes com talos ramificados. Folhas com lâmina quase circular, com nervura basal, de 30 cm de diâmetro, margens inteiras e pecíolos curtos. Flores numerosas, heteroestiladas. Pedicelos com 2 a 8 cm de comprimento, frequentemente emergentes através da nervura radial nas folhas. Cálice com 6 a 8 mm de comprimento. Corola com 18 mm de comprimento, branca com base amarela ou laranja. Sementes com 1 a 2 mm, lisas e cor de palha.

Forma biológica

  • Planta aquática
 

Reprodução

  • Sementes
  • Vegetativa
 

Dispersão

  • Auto-dispersão
  • Água
 

Dieta

     

    Uso econômico

    • Aquacultura
     

    Uso econômico - descrição

    Ornamental, utilizada em turfeiras, jardins aquáticos e em aquários. 

    Invasão

    Tipo de introdução Causa de introdução Local de introdução Data Descrição da introdução

    Vetores de dispersão

    • Agua
    • Humano
     

    Vias de dispersão

    • Uso ornamental
     

    Ambientes preferenciais de invasão

    • Açude
    • Água doce
     

    Ambientes preferenciais de invasão - descrição

    Lagos, represas e mananciais. Principalmente em áreas com pouca movimentação de água. 

    Outros locais onde a espécie é invasora

    Estados Unidos (Flórida) e Malásia. 

    Impactos ecológicos

    Pode cobrir grandes extensões da superfície de lagos e represas, alterando as condições do ambiente (incidência de luz, disponibilidade de oxigênio), o que compromete a sobrevivência de espécies nativas. Em ambientes eutrofizados, pode também ter seu crescimento acelerado, o que leva ao aumento da biomassa e a uma consequente diminuição do oxigênio dissolvido, provocando a morte e a decomposição de muitos organismos, diminuindo a qualidade da água e eventualmente provocando uma alteração profunda do ecossistema. 

    Impactos econômicos

     

    Impactos sociais

     

    Impactos à saúde

     

    Manejo

    Controle mecânico

    Remoção periódica. 

    Controle químico

     

    Controle biológico

     

    Medidas preventivas

     

    Resultados de análises de risco

    Risco alto, I3N – Instituto Hórus, www.institutohorus.org.br, Brasil, 2008. 

    Ocorrências

    Distribuição no país

       
      Estado Município Referência local Área protegida
      1Santa CatarinaLaguna.
      2Santa CatarinaFlorianópolis.
      3Santa CatarinaFlorianópolis.
      4ParáMarabá.
      5ParanáParanaguá.
      6ParanáParanaguá.
      7ParanáPalmeira.
      8Rio Grande do SulMostardas.
      9Rio Grande do SulTorres.
      10Rio Grande do SulCaçapava do Sul.
      11Rio Grande do SulRio Grande.
      12ParanáParanaguá.
      13ParanáPalmeira.
      14ParanáParanaguá.
      15GoiásAlto Paraíso de Goiás.
      16GoiásMambaí.
      17Espírito SantoLinhares.
      18Distrito FederalBrasília.
      19BahiaFeira de Santana.
      20BahiaValença.
      21ParanáSão Mateus do Sul.
      22Rio Grande do SulArroio GrandeLagoas e áreas úmidasReserva Biológica do Mato Grande
      23ParanáParanaguá.
      24ParanáGuaratuba.
      25ParanáCampo do Tenente.
      26ParanáPalmeira.
      27ParanáBalsa Nova.
      28ParanáRio Branco do Sul.
      29ParanáParanaguá.
      30ParanáInácio MartinsMargem esquerda da PR 364

      Projetos

      Título Espécies Contato

      Referências

      Título Autor

      Análise de risco

      Amplitude ecológica

      • Generalista
       

      Capacidade de estabelecimento

      • Desconhecido
       

      Velocidade de crescimento e maturação

      • Desconhecido
       

      Reprodução vegetativa

      • Ramos ou rizomas
       

      Produção de sementes

      • Desconhecido
       

      Dispersão natural de sementes

      • Desconhecido
       

      Dispersão associada a atividades humanas (intencional)

      • Desconhecido
       

      Dispersão associada a atividades humanas (acidental)

      • Desconhecido
       

      Capacidade de dominância

      • Indivíduos formam núcleos de alta densidade
       

      Alelopatia

      • Desconhecido
       

      Hibridação

      • Desconhecido
       

      Toxicidade para a fauna silvestre

      • Desconhecido
       

      Hospedeira de parasitas ou patógenos

      • Desconhecido
       

      Leva à alteração de ciclos ecológicos

      • Não tem características que levem ao aumento da frequência ou da intensidade de incêndios
      • No foram encontrados dados relacionados a processos ecossistmicos
       

      Causa mudanças na estrutura do hábitat ou na forma de vida dominante

      • Desconhecido
       

      Impacto na economia

      • Desconhecido
       

      Impacto na saúde humana

      • Desconhecido
       

      Impacto sobre valores culturais e sobre o uso tradicional da terra

      • Desconhecido
       

      Tipo de hábitat

      • Aquático
       

      Características indesejáveis

      • Sem espinhos ou acúleos
       

      Capacidade de rebrote

      • Alta capacidade de rebrote a partir de ramos cortados
       

      Tempo de maturação

      • Desconhecido
       

      Banco de sementes

      • Desconhecido
       

      Resposta ao pastoreio

      • Desconhecido
       

      Resposta ao fogo

         

        Viabilidade de controle

        • Desconhecido
         


        
        sziller@institutohorus.org.br | Brasil